Seguidores

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

LAPIDAR


Para complementar as informações da querida
Rose Felliciano deixo aqui meu poema:

poeta
tem pedra bruta
no peito

detalhista
lapida o verso:
sem anestesia

infere juízos
do tudo que viu
do talho: jóia viva
no olho da lente
Soninha Porto

2 comentários:

marcinha disse...

Amei
Que bom. A iniciativa da Rose estimulando o povo. Demais.
bjs

Rose Felliciano disse...

Brilhante!!! Jóia raríssima!!!

Parabéns!

Sou apenas um grãozinho de areia, mas, sempre que precisar, conte comigo!

Beijão!